Peas
"Uma moda e uma loucura"
As pessoas na Síria e no Sudeste da Turquia parecem ter sido as primeiras a colocar as ervilhas nas panelas. Na Europa Central somente na Idade Média é que as ervilhas adquiriram alguma relevância na alimentação diária.  Apenas em 1600 se tornou popular comê-las "verdes", isto é, enquanto não estão maduras e logo depois de terem sido colhidas. Isto ocorreu principalmente em França e Inglaterra, onde comer ervilhas verdes foi dito ser "tanto uma moda como uma loucura". O Rei Luís XIV, Le Roi Soleil (O Rei Sol), era conhecido por ser completamente louco por "petit pois (pequenas bolinhas)". 

Escolha a sua
Existem aproximadamente 250 espécies diferentes de ervilhas no mundo. E quantas formas de as preparar? Pelo menos, existe sempre mais uma possibilidade por descobrir.  Quase todas as culturas complementam os seus próprios pratos com ervilhas e quase todos os prestigiados Chefes encontraram a sua própria forma de fazer puré, cortar, esmagar, ou amassar e de as misturar com quase todos os ingredientes ou especiarias imagináveis.  Uma dica de alguém experiente? Amasse ervilhas juntamente com batatas, manteiga, natas e sal, usando a sua varinha Minipimer 5 da Braun. Pode adicionar um pouco de pimenta e de caril e obterá elogios quentes. 
Uma pequena dica do perito  
Apenas cerca de 5 % das ervilhas cultivadas são vendidas frescas. A maioria das ervilhas ou são congeladas, enlatadas ou secas. As ervilhas congeladas são preferíveis às ervilhas em lata, uma vez que mantêm o seu sabor e têm menor teor de sódio. As ervilhas mais pequenas são mais saborosas do que as grandes, as quais tendem a ter um sabor mais farinhento. 

Dê uma oportunidade às ervilhas  
A boa notícia é: as ervilhas têm pouca gordura. A notícia ainda melhor é: as ervilhas são uma boa fonte de vitamina A, vitamina C, ácido fólico, tiamina (B1), ferro e fósforo. Como legumes, são ricas em proteínas, hidratos de carbono e fibras.  Uma porção de 85 gramas de ervilhas, cozidas, proporciona 50 calorias, 4 gramas de proteínas, 8 gramas de hidratos de carbono (dos quais 3,5 gramas são açúcares), 3,8 gramas de fibras, 17 mg de vitamina C (28 % da dose diária recomendada) e 0,2 mg de tiamina (B1).  Relaxe e desfrute – nas ervilhas não há nada a lamentar (bem, depende um pouco do ingrediente com o qual vai misturá-las).