Brewing methods and temperature

As máquinas de café da Braun fazem café através do método automático de elaboração gota-a-gota. Este oferece muitas vantagens, não menos cómodas. Embora a primeira máquina de café eléctrica de elaboração gota-a-gota para uso doméstico não tenha aparecido antes de 1954, a descoberta decisiva ocorreu em 1908. Durante séculos, o café foi preparado fervendo-o. Mas uma certa Frau Bentz de Dresden, na Alemanha, fartou-se do café amargo e das borras que ficavam no café. Assim, perfurou uma chávena de metal, colocou-lhe por cima papel absorvente da escola do seu filho e verteu água a ferver sobre o café moído. Ela tinha inventado o filtro de café.

A tecnologia de elaboração gota-a-gota percorreu um longo caminho no século passado. As máquinas de café CaféHouse da Braun, por exemplo, estão equipadas com um sistema de elaboração rápido que garante uma elaboração rápida, uniforme e exaustiva do aroma do café moído à temperatura de elaboração ideal. Nada poderá ser mais cómodo nem melhor.

A temperatura e a duração do ciclo de elaboração são fundamentais para uma óptima chávena de café. Estudos mostraram que a melhor temperatura de elaboração é de 90-96 °C. A temperatura de elaboração adequada permite a melhor preservação e percepção do aroma possíveis para obter o máximo sabor. Enquanto que muitas máquinas extraem o café a temperaturas muito baixas, a gama CaféHouse da Braun garante a temperatura ideal da água em contacto com o café moído.

A taxa de extracção é fundamental para a quantidade máxima de sabor, a duração do ciclo de elaboração para um sabor perfeitamente equilibrado. O café, que é elaborado durante demasiado tempo fica amargo. As máquinas de café CaféHouse da Braun estão concebidas especificamente para proporcionar um ciclo de elaboração correctamente programado.

A temperatura para beber o café é de cerca de 60-70 °C. Casualmente, até mesmo a melhor chávena de café será estragada se conservada quente durante mais de meia hora.